Tete aposta na produção avícola baseada no associativismo

As autoridades ligadas ao sector da pecuária em Tete estão a incentivar os avicultores para que adiram ao associativismo ou cooperativismo de modo a assegurar uma produção de frango e de ovos de qualidade.
A ideia é continuar a melhorar os níveis de produção de modo a assegurar o abastecimento do mercado local e reduzir as importações de ovos, frangos e seus derivados.
José Pereira Mendonça, director provincial de Agricultura e Segurança Alimentar em Tete, apelou, recentemente, aos praticantes da actividade avícola ao nível da província para que acompanhem a evolução do mercado de modo a satisfazer a demanda de carne de frango e ovos.
Mendoça falava no decurso de um seminário com avicultores realizado há dias, na cidade de Tete. O encontro, o primeiro do género, constituiu uma réplica da Reunião Nacional de Avicultores realizado em Nampula, para a massificação da actividade avícola no país.
“A nossa província está a conhecer um ritmo elevado de desenvolvimento e crescimento socioeconómico, acção que trás consigo enormes desafios em termos de segurança alimentar e nutricional, pelo que temos de redobrar esforços para uma caminhada em paralelo com os níveis de crescimento”, disse José Pereira Mendonça.
Apontou que, para a conquista do mercado, os avicultores devem pautar pela produção de frango de boa qualidade, o que requer um acompanhamento rigoroso na alimentação e tratamento das galinhas na fase do seu crescimento.
O director provincial de Agricultura e Segurança Alimentar em Tete lembrou que o governo está ainda empenhado na criação de condições para o crescimento da actividade avícola na província, desde a implementação dos projectos de produção de pintos, ovos e fabricação de ração para a alimentação das aves.
Assim, foi instalada no município da vila de Úlonguè, distrito de Angónia, uma incubadora da empresa Escolha do Povo, para a produção do pinto do dia, inserido no programa de Bolsas de Valores para a actividade avícola na província.
“Queremos imprimir uma outra dinâmica no seio dos avicultores, numa perspectiva virada para o Agronegócio, Segurança alimentar e Nutricional”, apontou Pereira Mendonça.
Já o chefe do Departamento de Pecuária, na Direcção provincial de Agricultura e Segurança Alimentar em Tete, Cláudio Gule, indicou que os avicultores estão sendo aconselhados para uma produção baseada no associativos ou cooperativo, para uma rentabilidade melhor e adequada às exigências do mercado.
Cláudio Gule afirmou que, para além de elevar os índices de produção e produtividade, este sistema é o mais aconselhável porque permite ao governo planificar e direccionar os apoios necessários em termos de assistência técnica e medicamentosa e a massificação da actividade avícola na província, contribuindo para o alcance de metas de produção de frangos e ovos de boa qualidade.(JN).

Artigos relacionados

eskisehir escort porno
umraniye escort
sirinevler escort beylikdz escort atakoy escort sisli escort bakırky escort escort bayan şirinevler escort escort bayan beylikduzu escort halkali escort escort bayan
porn
sivas escort yalova escort
sakarya escort
yerli porno izle
free porn videos