Sob o Lema: Priorizando o Investimento para Sustentar o Aumento da Produção da Castanha de Caju

O INCAJU realizou uma Conferência de dois dias (07 e 08 de Dezembro de 2017) para reflectir como incrementar significativamente o papel do sector privado na provisão de insumos com destaque para sementes e pestecidas, bem como identificar e estabelecer mecanismos de incentivar para mais investimentos no subsector d caju.
Intervindo na sessão de abertura da Conferência Nacional do Caju 2017, o Ministro da Agricultura e Segurança Alimentar, José Pacheco, referiu que o Lema Priorizando o investimento para Sustentar Aumentos de Produção da Castanha de Caju, cujo objectivo principal foi de reflectir sobre o incremento do papel do sector privado na provisão de insumos com destaque para sementes e pestecidas, como também identificar e estabelecer mecanismos de incentivar para mais investimentos no subsector do caju em Moçambique.
Segundo, Ministro da Agricultura e Segurança Alimentar, o caju constitui um dos produtos importantes para a exportação, perfilando com a cultura do algodão, açúcar, macadâmia, paprica, fruteiras com destaque para a banana, litchi e abacate, citrinos e outras fruteiras com que Moçambique conta no quadro dos produtos de exportação de origem agrária.
Sublinhou ainda que na campanha 2016/2017 o subsector do caju, registou cerca de 139 mil toneladas de castanha de caju comercializado em todo território, contra 104 mil tons registados no ano anterior.
Referiu igualmente, que a visão estabelecida a médio e longo prazo é de tornar o subsector do caju, cada vez mais competitivo, sustentável, gerador de riqueza para o País, reiterando os compromissos com o desiderato de transformar os pequenos produtores de caju de subsistência, orientados para o agronegócio.
Para a materialização deste compromisso destacou que a convicção do MASA é de assegurar que os pilares plasmados no Plano Director do Caju, nomeadamente, a investigação, extensão, fomento, financiamento e reforma institucional joguem um papel preponderante para sustentar o aumento da produção do caju.
O desafio do subsector do caju, daqui para frente, deve singir na multiplicação e disseminação do material vegetativo de melhor qualidade e atrais investimentos para a indústria do caju em Moçambique.

Artigos relacionados

eskisehir escort porno
umraniye escort
sirinevler escort beylikduzu escort atakoy escort sisli escort bakırkoy escort escort bayan sirinevler escort escort bayan beylikduzu escort halkali escort escort bayan
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa
etlik escort