Raiva mata no quase centena de pessoas país

PELO menos 92 pessoas morreram no ano passado devido á raiva canina, num universo de mais de 10 mil casos de mordedura animal inscritos em todo o território nacional.
A proliferação de cães vadios nas ruas, com incidência nas lixeiras, tem trazido diversos problemas sociais. A desorganização e a raiva animal em humanos são os mais preocupantes.
Enquanto em todo o ano de 2016 o registo aponta para 90 mortes, no primeiro semestre de 2017 houve 59.
Apesar de os dados apontarem para um aumento de casos em Moçambique, milhares de pessoas não sabem que os cães e gatos devem ser vacinados contra doenças que podem ser fatais em caso de algum contágio em humanos.
Segundo Américo Conceição, director nacional de Veterinária (DINAV) no Ministério da Agricultura E Segurança Alimentar ( MASA), o aumento do número de mortes deriva da apresentação  de falsas cadernetas de vacinação de cães, bem como da proliferação de falsos técnicos veterinários.
“ O que está a acontecer é que quando alguém é mordido por um cão e é socorrido ao hospital, o proprietário do animal apresenta um documento de vacinação que dificulta a intervenção do sector da saúde na mitigação”, explicou.
A fonte explicou, por exemplo, que nas cidades de Maputo e Matola têm havido falsos técnicos e empresas que dizem prestar assistência a animais ao domicílio mas que, muitas vazes, não estão autorizados para o efeito e nem podem adquirir as devidas vacinas.
“Apenas um técnico com autorização da Ordem dos Médicos Veterinários de Moçambique (OMVM) é que pode exercer, mas o que assistimos são pessoas sem qualquer conhecimento que andam a injectar água nos animais, com consequências sérias para a saúde pública”, acrescentou.
Face a este problema, o DINAV apela aos proprietários de animais a dirigirem-se ás clínicas veterinárias especializadas e licenciadas para o efeito, como mecanismo de prevenção de mortes devido á raiva canina, que vitima sobretudo crianças.
A raiva é uma doença mortífera provocada por um vírus que atinge quase todos os mamíferos, afecta o sistema nervoso e é transmitida pela mordedura. É caracterizado por uma paralisia da laringe, faringe e músculos da mastigação, seguida por uma depressão, coma e morte por paralisia respiratória na sua fase aguda.
A forma de prevenir o mal é a vacinação de cães e gatos.
Recomenda-se que quando alguém for mordido por um destes animais, lave o local atingido com bastante água e sabão antes de se dirigir a uma unidade sanitária para ser observado.

In “Jornal Notícias”

Artigos relacionados

eskisehir escort porno
umraniye escort
sirinevler escort beylikduzu escort atakoy escort sisli escort bakırkoy escort escort bayan sirinevler escort escort bayan beylikduzu escort halkali escort escort bayan
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa
etlik escort