Munícipes de Tete chamados a explorar Cintura Verde

O Conselho Municipal da Cidade de Tete está a sensibilizar os munícipes envolvidos na produção agrícola ao longo da zona baixa, principalmente no Vale de Nyalutanda e nas margens do rio Zambeze, a unirem esforços para aproveitamento integral das potencialidades da cintura verde. A ideia é aumentar a produção de hortícolas para o consumo familiar e para abastecer o mercado local.
Esta constatação foi feita pelo Presidente do Conselho Municipal de Tete, Celestino Checanhanza, que há dias visitou a zona agrícola da região, apercebeu-se, em contactos com os agricultores, que o grande problema é falta de coordenação e união entre os praticantes da agricultura no município.
Na autarquia da Cidade de Tete, há uma rede de agricultores com maquinaria agrícola, entre outros factores de produção, que podem facilmente prestar apoio técnico e ensinar os pequenos agricultores e outros interessados em abraçar a agricultura comercial.
Celestino Checanhanza, referiu que a organização pode também facilitar o apoio técnico das instituições do Governo para elevação dos índices de produção e produtivodade. Dirigindo-se aos produtores agrícolas associados do Vale de Nyalutanda, explicou que com um pouco de esforço podem solucionar a carência de água, reparando eletrobombas do sistema de irrigação, que apresentam ligeiros problemas de avarias que às vezes contribuem para a falta de água.
Com a exploração plena das potencialidades do Vale de Nyalutanda, Tete não precisaria de recorrer a hortícolas de Angónia e Marávia, senão ao milho, feijões e batata-reno, culturas não produzidas na região.
————————————————————-
Publicado no JN, Quinta-Feira, 19 de Abril de 2018

Artigos relacionados

eskisehir escort porno
umraniye escort
sirinevler escort beylikduzu escort atakoy escort sisli escort bakirkoy escort escort bayan sirinevler escort escort bayan beylikduzu escort halkali escort escort bayan
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa
etlik escort