MASA quer priorizar acções que tenham impacto directo na produção

O Ministro da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA) diz que o sector deve priorizar acções que tenham impacto directo na produção, tendo em conta a escassez de recursos que caracteriza o país. A posição foi manifestada, esta quinta-feira, na abertura do quarto Conselho Coordenador deste Ministério.
Higino Marrule, ministro da Agricultura e Segurança Alimentar, destacou os avanços que o sector tem vindo a registar desde o início deste ciclo de governação em 2015.
Marrule diz que a crise económica que Moçambique atravessa e as mudanças climáticas desafiam o sector agrário a adoptar nova postura de produção.
O Conselho Coordenador do MASA decorre com o foco direcionado ao agronegócio, segurança alimentar e nutricional, e, representado no encontro, o sector Privado apontou para as dificuldades de comercialização dos produtos agrícolas no mercado nacional e internacional.
Trata-se de um evento anual que junta a Direcção máxima do MASA, Directores Nacionais e Adjuntos, coordenadores de projectos, parceiros de cooperação, sociedade civil, instituições de ensino entre outros.

Artigos relacionados

eskisehir escort porno
umraniye escort
sirinevler escort beylikduzu escort atakoy escort sisli escort bakirkoy escort escort bayan sirinevler escort escort bayan beylikduzu escort halkali escort escort bayan
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa
etlik escort