Lançado o programa rotineiro de maneio integrado do cajueiro em Nampula

A província de Nampula perspectiva produzir, na próxima campanha, 69 mil toneladas de castanha de caju, superando em nove mil as quantidades alcançadas na época passada.
Caso seja alcançada a meta prevista, a província terá matéria-prima suficiente para abastecer as doze unidades de processamento, bem como para a exportação.
Os dados foram divulgados recentemente, no posto administrativo de Nanhupo Rio, distrito de Mogovolas, um dos maiores produtores desta cultura de rendimento ao nível da província, durante o lançamento de um programa rotineiro de maneio integrado do cajueiro.
Na ocasião, Jaime Quissico, delegado provincial do Instituto de Fomento de Caju (Incaju), afirmou que para o alcance da meta é necessário corrigir os erros do passado.
“Queremos, em primeiro lugar, saber quantas máquinas estão com os provedores, assim como o seu estado de conservação, antes do início da campanha, para efectuarmos a respectiva manutenção e alistamento dos atomizadores que vão entrar para o processo”, disse Jaime Quissico.
Durante a cerimónia procedeu-se a manutenção e distribuição de atomizadores, equipamento destinado à pulverização das plantas de castanha de caju.
A província de Nampula conta actualmente com três mil atomizadores para a pulverização de cinco milhões de cajueiros.
“Sabemos que anualmente há também alguns produtores que adquirem, por iniciativa própria, este tipo de equipamento”, disse.
Segundo ele, com o aumento que se tem registado nos últimos tempos na produção da castanha de caju, a questão do mercado está garantida, pois a indústria de processamento está a crescer, havendo a possibilidade de, no presente ano, entrar em funcionamento mais duas unidades.
“A nossa indústria está a crescer não apenas em número, mas também na capacidade de processamento, o que encoraja os produtores a aumentar os volumes de produção”, afirmou.
Oficialmente, a campanha de produção da castanha de caju vai ser lançada na segunda quinzena de Junho próximo, daí a necessidade de preparar com eficácia e eficiência todo o processo, podando e limpando as plantas, para além se proceder a respectiva pulverização para que não sejam atacadas pela doença do oídio.

Artigos relacionados

eskisehir escort porno
umraniye escort
sirinevler escort beylikduzu escort atakoy escort sisli escort bakırkoy escort escort bayan sirinevler escort escort bayan beylikduzu escort halkali escort escort bayan
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa