Governo e CCS Itália investem em projectos agrários em Maputo

O Governo e o consórcio CCS Itália (Centro Cooperazione Sviluppo) HELPCODE Itália/ASES/OIKOS, com financiamento da Agência Italiana de Cooperação para o Desenvolvimento (AICS) têm estado a trabalhar desde o início deste ano, na implementação do projecto “Desenvolvimento rural e fortalecimento da capacidade de resiliência das comunidades nos distritos de Magude, Moamba e Manhiça no país”.
O projecto vem sendo implementado com o principal objectivo de mitigar os efeitos causados pela seca prolongada do El Niño na Região da África Austral, melhorando a vida das populações no que diz respeito a insegurança alimentar e desnutrição.
O mesmo vem igualmente fortalecer a resiliência das populações através da assistência à agricultura e pecuária, promoção da irrigação e comercialização de produtos agrícolas, fortalecimento das habilidades técnicas de gestão dos produtores e dos serviços técnicos.
Desde a sua implementação no início deste ano, o projecto já forneceu 8.763, 40 kg de sementes melhoradas, material vegetativo e outros insumos a 4000 produtores. Foram construídos três pequenos sistemas de rega do tipo gota-a-gota nas associações de Zama Zama (Magude), Josina Machel (Manhiça) e Bendzulane Vavassate (Moamba). Do mesmo modo, foram fornecidas nove motobombas a diversas associações nos três distritos contemplados pelo projecto, formados 75 operadores de bomba e mecânicos agrícolas e 1000 agricultores através dos campos de demonstração de resultados, campos de multiplicação e no fornecimento de material vegetativo; capacitação a 60 promotores veterinários. Houve também apoio em meios circulantes (sete motorizadas para os Serviços Distritais das Actividades Económicas – SDAE e Serviços Distritais de Planeamento e Infra-estruturas – SDPI.
O projecto está orçado em dois milhões e quinhentos mil euros, o equivalente a pouco mais de 170 milhões de meticais e terá a duração de 36 meses.
Aquando do arranque do projecto no principio do ano, o representante do Ministério de Terra, Ambiente e Desenvolvimento Rural – MITADER, Luís Mambero, disse que o governo está seguro que ao fim de 36 meses de implementação do projecto, os ganhos incrementarão o nível de resiliência das comunidades beneficiárias da província de Maputo. “Recomendamos as equipes técnicas e produtores para assegurarem a sustentabilidade do projecto, o domínio da formação que vão receber e gestão do conhecimento para melhor partilha”, afirmou.
Paolo Gomiero representante do CCS Itália em Moçambique reforçou que o projecto prevê intervenções bastante consistentes em todas as frentes relativas à agricultura e pecuária, beneficiando mais de 30 associações, esperando-se que traga muitos beneficios. Gomiero enalteceu o papel do Governo pela colaboração na melhoria da vida das comunidades.

Artigos relacionados

eskisehir escort porno
redtube
umraniye escort
sirinevler escort beylikduzu escort atakoy escort sisli escort atakoy escort sisli escort sirinevler escort beylikduzu escort halkali escort halkali escort istanbul escort beylikduzu escort beylikduzu escort sirinevler escort sirinevler escort beylikdz escort şişli escort şirinevler escort avrupa yakası escort apa escort beylikdz escort sisli escort mecidiyekoy escort sisli escort
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa
izmir escort bayan porno gratis
ankara escort
huluhub.com
sex movies
kurtkoy escort
porno xxx bf hindi
kusadasi escort bayan