Fórum Internacional sobre Água para Alimentação

A convite do Banco Mundial, o Secretário Permanente do Ministério da Agricultura e Segurança Alimentar (MASA), Victor Canhemba Júnior e o Director-Geral do Instituto Nacional de Irrigação (INIR), Eng°. Paiva Munguambe, participaram nos Estados Unidos da América, no Fórum Internacional sobre Água para Alimentação subordinado ao tema, “Agricultura Irrigada Liderada pelos Produtores: Sementes de Oportunidade”, encontro que contou com a presença de mais de 200 participantes, foi organizado pelo Daugherty Water for Food Global Institute da Universidade de Nebraska e o Banco Mundial, em parceria com o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos da América e a Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional.
Entretanto, o evento teve como objectivos, fortalecer as iniciativas existentes e promover novas parcerias entre organizações governamentais nacionais e internacionais, investidores privados e públicos, instituições acadêmicas, ONGs e sector privado, visando melhorar as possibilidades de investimentos necessários para desenvolver e apoiar um ambiente favorável para a produção agrícola melhorada, bem como explorar e discutir visões e perspectivas sobre como melhorar a segurança da água para produção de alimentos, e os meios de subsistência para os pequenos agricultores dos países em desenvolvimento, com recurso a intensificação da agricultura de irrigação sustentável.
O Fórum contou com apresentação de um total de nove (9) temas a saber: i) Tendências e Dinâmicas da Irrigação Liderada pelo Produtor, ii) Tecnologia de Ponta para o Crescimento Inclusivo, iii) Jovens e Mulheres são o Futuro da Agricultura, iv) As ligações para um Forte Apoio: Cadeias de Fornecimento e Financiamento Inclusivos, v) Seca: do Risco à Resiliência, vi) Feira de Inovação para Água para Produção de Alimentos: Inovar para Irrigar, vii) Acção Colectiva está Fazendo Acontecer, viii) Colocando Tudo Junto, e ix) Passos Seguintes. Os temas contaram com apresentações de keynote speakers, seguidas de debate com painelistas oriundos de vários países e organizações incluindo produtores.
Os palestrantes compartilharam a sua visão e compromisso sobre como os sectores público e privado podem trabalhar em conjunto para avançar na expansão e acesso à irrigação através de uma abordagem direccionada pelo agricultor e sector privado. No caso de Moçambique foram destacados os instrumentos orientadores para o desenvolvimento de curto, médio e longo prazo do sector agrário, os quais estão alinhados com as visões estratégicas da região onde se insere, a SADC, a União Africana e outros. Pacotes de incentivos para alavancar a produção tais como a redução da taxa do IVA em 60% na construção de obras públicas de irrigação, a isenção na importação de peças e sobressalentes de equipamentos agrícolas, incluindo pneus de tractores e tubagem de irrigação e a Necessidade de definir com clareza algumas normas e procedimentos no que tange ao desenvolvimento dos sistemas de irrigação pelo sector privado e/ou em parcerias publico privado e população.

Artigos relacionados

eskisehir escort porno
umraniye escort
sirinevler escort beylikduzu escort atakoy escort sisli escort bakirkoy escort escort bayan sirinevler escort escort bayan beylikduzu escort halkali escort escort bayan
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa
etlik escort