Firmado Protocolo de Financiamento para o Sector Agrário e Subsector do Caju no País

O Ministério de Agricultura e Segurança Alimentar (MASA), assinou no passado dia 20 de Agosto de 2018, um memorando de entendimento com o Banco Nacional de Investimenti (BNI).
O objectivo deste memorando é a criação de dois fundos de garantia de crédito para finaciamento do sector agrário e do subsector do caju em particular. Pretende-se ainda promover os produtores do sector agário e do caju, no acesso ao crédito sem maior exigências e com taxas de juros baixos comparados com o mercado bancario comercial, bem como a cobertura de risco dos projectos em 80% do finaciamento. Para o Director do Incaju, Ilidio Bande “este memorando vai possibilitar alavançar a produção do caju para cerca de 100 mil toneladas até 2020, visto que permite ao sector privado e familiar aderirem em massa para o fomento comercial desta cultura de rendimento e vai dinamizar outras componentes da cadeia de valor do caju, como a transformação da pera e djamos, processamento da casca da castanha do caju para obtenção do óleo”.
O BNI, FDA e o INCAJU, vão mobilizar recursos e assegurar a implementação dos projectos, assim como partilha dos riscos. Segundo o Presidente do Comissão Executiva do BNI, Dr Tomás Matola “ O Banco Nacional de Investimento, tem a responsabilidade de promover o desenvolvimento economico e social, financiando e aconselhando projectos e empresas com impacto directo e indirectos na melhoria das condições de vida a população. Por essa razão o banco olha para agricultura como sector estratégico na promoção do desenvolvimento socioeconomico e inclusivo em Moçambique”.
Os fundos beneficião micros, pequenos, médios agricultores, empresas que actuam no sector agrário e sector do caju e estão incluso projectos de investimento para a produção, processamento. “Através desse fundo serão previlegiados finaciamentos na cadeia de valor estratégicas e prioritárias como a dos cereais, leguminosas,feijões, horticolas, raizes e tuberculos, fruticultura, aves, carnes vermelhas, soja, açucar e algodão”, disse o Presidente do Conselho Administrção do FDA, Dr Eusébio Tumuitikele
De referir que os dois fundos soma 250 milhoes de Meticas, dos quais 190 milhões, serão alocados para garantia de riscos de crédito do sector agrário no geral e 60 milhões de risco ao credito no sector do Caju.

Artigos relacionados

eskisehir escort porno
umraniye escort
sirinevler escort beylikduzu escort atakoy escort sisli escort bakirkoy escort escort bayan sirinevler escort escort bayan beylikduzu escort halkali escort escort bayan
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa
etlik escort