Inquérito Agrícola Integrado

Anuário de Estatísticas Agrárias 2015

Os dados usados neste relatório, são resultantes do Inquérito Agrário Integrado (IAI – 2015). Em 2015 existiam no País cerca de 4.0 milhões Explorações, das quais 3.9 milhões (99%) eram pequenas, 51 872 (1.3%) eram médias e apenas 728 (<1%) eram grandes explorações. O tamanho médio dos agregados familiares era de 5 membros por agregado familiar e na sua menoria (29.3%) eram chefiadas por mulheres.
A maior parte (49.3%) das Explorações praticavam a actividade agro-pecuária como actividade principal. As principais culturas cultivadas em diversas explorações constam o Milho, Arroz, Mapira, Amendoim Pequeno, Feijão Nhemba, Feijão Boer, Mandioca, Algodão e Cana-de-açúcar. Grande parte das explorações cultivam Milho (72.5%), 31.6% cultiva Amendoim Pequeno, 17.0% cultivam Mapira, 13.3% cultivam Arroz e somente 2.6% cultivam Mexoeira.
Do total de 4.0 milhões de explorações (pequenas e Médias), apenas 4.3% delas receberam informação ou conselho técnico de extensão e 13.6% receberam informação sobre preços. Área cultivada foi de cerca de 4.7 milhões de hectares. Quanto ao uso de Insumos agrícola, 5.1% das explorações utilizaram Pesticidas nas suas culturas, 2.9% usaram Estrume e 4.5% utilizaram Fertilizantes Químicos. No que concerne a efectivos pecuários, a Galinha é a espécie mais criada com 48.3%, seguido dos gados Caprino com 15.6%, Suíno com 10.3% e Bovino com 6.0%. E comparando as condições económicas em 2015 com 3 anos atrás 20.9% das explorações afirmaram que houve melhoria, 32.3% consideram que nem melhorou e nem piorou e os restantes 46.8% disseram que as condições económicas pioram.

Anuário de Estatísticas Agrárias 2012-2014

Os dados usados neste relatório, são resultantes de diversos Trabalhos do Inquéritos Agrícola (TIAs), do Inquérito Agrícola Integrado (IAI) ao longo dos últimos três anos. Em 2014 existiam no País, 4.3 milhões explorações, das quais 4.2 milhões (98.92%) eram pequenas, 45 320 (1.06%) eram médias e apenas 626 (0.016%) eram grandes explorações. O tamanho médio dos agregados familiares era de 5 membros por agregado famíliar e na sua maioria (71.87%) eram chefiadas por homens. A maior parte (54.78%) dos agregados familiares praticavam a actividade agro-pecuária como actividade principal.
As principais culturas cultivadas em diversas explorações constam o Milho, Arroz, Mapira, Amendoim Pequeno, Feijão Nhemba, Feijão Boer, Mandioca, Algodão e Cana-de-açúcar. Grande parte das explorações cultivam Milho (76.86%), 28.74% cultiva Amendoim Pequeno, 24.31% cultivam Mapira, 16.27% cultivam Arroz, 6.35%.
Quanto ao uso de Insumos agrícola, 4.7% das explorações utilizaram Pesticidas nas suas culturas, 2.99% usaram Estrume e 4.6% utilizaram Fertilizantes Químicos. Do total de 4.3 milhões de explorações (pequenas e médias), apenas 8.3% delas receberam informação ou conselho técnico de extensão e 48.4% receberam informação sobre preços. Área cultivada foi de cerca de 5.1 milhões de hectares. No que concerne a efectivos pecuários, a Galinha é a espécie mais criada com 59.4%, seguido dos gados Caprino com 20.6%, Suíno com 12.2% e Bovino com 5.9%. E comparando as condições económicas em 2014 com 3 anos atrás 41.9% das explorações afirmaram houve melhoria, 35.20% consideram que nem melhorou e nem piorou e os restantes 23.0% disseram que as condições económicas pioram.

eskisehir escort porno
umraniye escort
sirinevler escort beylikduzu escort atakoy escort sisli escort bakirkoy escort escort bayan sirinevler escort escort bayan beylikduzu escort halkali escort escort bayan
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa
etlik escort