eskisehir escort porno
xxnx com
umraniye escort
porn
sivas escort yalova escort
escort malatya escort manisa
izmir escort bayan porno gratis
ankara escort
huluhub.com
sex movies
kurtkoy escort
porno xxx bf hindi
kusadasi escort bayan
kocaeli escort
gaziantep escort antep escort
atasehir escort
izmir escort gaziantep escort
suckporn pornstereo

BAD Financia Projectos de Processamento de Hortícola e Produção de Peixe Xicoa

Financiamento de projectos do Sector agrário

A Vice-Ministra da Agricultura e Segurança Alimentar, Luísa Meque testemunhou na manhã desta sexta-feira (21 de Junhho de 2019), a assinatura de dois acordos rubricados com o Represente do Banco Africano de Desenvolvimento em Moçambique Pietro Toigo que preconizam a operacionalização de dois projectos de processamento de hortícolas, frutas na Província de Gaza e de peixe Xicoa na Província de Tete
Na ocasião a Vice-Ministra realçou que o financiamento dos projectos confirma, a posição do Banco Africano de Desenvolvimento como actor estratégico do sector agrário, que inclui na produção pesqueira, e o desejo de continuar a contribuir para o desenvolvimento do país.
Para a governante, na produção pesqueira as perdas derivam essencialmente da insuficiência de infraestruturas de conservação tais como sistema de frio. Neste contexto, o financiamento do BAD joga um papel preponderante na melhoria da capacidade de processamento e conservação dos alimentos, concorrendo para a redução do desperdício.
“Em Moçambique a actividade agrária e pesqueira são predominantemente de pequena escala, tendo como actor principal o sector familiar. Nesta senda queremos aproveitar esta oportunidade para instar aos empresários nacionais que nas suas intervenções priorizem a compra de produtos do sector familiar localmente produzidos”
Por seu turno, o Representante do Banco Africano de Desenvolvimento em Moçambique, Pietro Toigo revelou que o financiamento concorre para o desenvolvimento da capacidade produtiva do país e agregação de valor sendo a agricultura um meio principal para o desenvolvimento é importante investir neste sector para ter uma economia sustentável.
“Queremos fazer do sector privado um motor principal na criação de riqueza no sector agrícola e na economia. A ideia deste financiamento de 130 mil dólares e 150 mil dólares respectivamente é para preparação do plano de investimento aos investidores para expandir o negócio”
Para Toigo, o compromisso do BAD é facilitar o acesso ao financiamento aos investidores privado para projectos com grande impacto em Africa e em particular em Moçambique.

Artigos relacionados